Leilão de transmissão de energia prevê investimentos de R$ 7,3 bilhões – Estadão

Segundo o Estadão, chamou a atenção a atuação do Consórcio Saint Nicholas, formado pela empresa MEZ Energia, que foi criada em 2019. O consórcio arrematou cinco lotes (9,3,4, 5 e 8), que vão demandar investimentos de R$ 2,39 bilhões, ou 33% do total. No lote 3, a empresa ofereceu deságio de 70,35%.

A representante da Mez, Kelly Santos, gerente jurídica, disse que a empresa tem capacidade técnica e e saúde financeira para tocar os projetos. A expectativa da empresa era levar 7 dos 11 lotes. Acabou levando cinco. Antes, a Mez já tinha vencido um leilão de transmissão, em 2019, na Bahia. Mas por meio de aquições e outras empresas, atua também em Goiás e Rio Grande do Sul.

— Somos um grupo nacional, com origem na construção civil. Os sócios da empresa, da família Zarzur, são oriundos da Ezetec, empresa de construção civil. Temos uma gestão financeira e de projetos eficiente e a atuação na construção civil viabiliza o custo operacional – disse Santos.

Segundo a gerente juridica da Mez, os recursos para os investimentos virão do BNDES, do caixa da empresa e da emissão de debêntures conversíveis. No plano de longo prazo da empresa, com projetos de mais de 30 anos de concessão, está a entrada no setor de energias renováveis.

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA